groupmuse

Festas com música de câmara

Festas com música de câmara

Uma festinha em casa com os amigos, regada a cerveja, bate-papo e música de câmara.

Esta é a fórmula da rede social Groupmuse, criada nos Estados Unidos em 2013.

A homepage do site explica a proposta: "Groupmuse funciona como misto de concerto de câmara com festa doméstica. Combina música e atividade social, em partes iguais . Uma maneira de se divertir e se enriquecer como pessoa".

A iniciativa surgiu a partir das festas que o pianista brasileiro Cristian Budu dava em seu apartamento em Boston.

Ele chamava amigos, músicos ou não, que por sua vez chamavam amigos. As festas eram divertidas, muita gente jovem ouvindo música clássica pela primeira vez. Todos colaboravam com algum valor para os artistas.

As pessoas gostavam e queriam voltar. O lugar tornou-se pequeno. Sam Bodkin foi um dos convidados para as reuniões na casa de Cristian.

Foi dele a ideia de formar uma rede on-line para conectar anfitriões que querem abrir a casa para o evento, músicos em busca de novos ambientes para tocar e o público interessado em ver concertos em lugares descontraídos. Depois, Ezra Weller e Kyle Nichols-Schmolze também associaram-se ao projeto.

O anfitriões escolher receber apenas seus amigos ou então também abrir  lugar para frequentadores cadastrados no site.

Os organizadores sugerem uma contribuição para os músicos que se apresentam. O pagamento é feito após o concerto, em dinheiro.

Após um ano e meio de funcionamento, a rede social já organiza concertos diários na região de Boston e arredores. Muitos jovens músicos conseguem equalizar as finanças apenas tocando em groupmuses.

A rede pretende se estruturar no Brasil também. Em agosto e setembro de 2014, houve concertos inaugurais do Groupmuse em São Paulo e Rio de Janeiro.

Ouça aqui o Boletim VivaMúsica! na Rádio CBN que tratou do Groupmuse.

 

menu

Classical:NEXT, o hub de inovação

Classical:NEXT, o hub de inovação

O movimento de inovação na música clássica já chegou ao ponto de moldar um encontro profissional.

A conferência internacional Classical:NEXT surgiu em 2012, na Alemanha.

A proposta é reunir quem trabalha no circuito de clássicos e busca desenvolver novos formatos e novas plateias.

Todos os anos, no mês de maio, uma programação de quatro dias com conferências, showcases, pitch de projetos  e projeções de filme atrai em média 700 profissionais de diversos países.

VivaMúsica! apoiou a edição 2014, realizada em Viena. Ajudamos a divulgar a iniciativa no mercado brasileiro de clássicos e, em troca, tivemos nossa marca incluída nos materiais do evento.

A imagem abaixo mostra um banner de apoiadores na cerimônia de abertura, no Museu de Artes Aplicadas, em Viena. Veja VivaMúsica! na última linha, abaixo das revistas Gramophone e Diapason.

foto

A mentora e diretora do Classical:NEXT é a americana Jennifer Dauterman. Ela trabalha na Piranha Arts, empresa que também organiza a tradicional feira de world music Womex.

Até 26 de setembro, estão abertas as inscrições para proposta de temas para conferências e também showcases para a edição 2015, em Rotterdam, na Holanda.

Ouça aqui nosso boletim na Rádio CBN que destacou o Classical:NEXT.